Arquivo da tag: Dicas

Restaurant Week

Começou neste dia 30 de Agosto mais uma edição do “Restaurant Week”, um evento gastronômico com duração de duas semanas, que proporciona a galera desfrutar de restaurantes de ótimo nível a preços relativamente acessíveis, bem abaixo do valor normal destes restaurantes.

Como este evento é relativamente conhecido, mais vale aqui as dicas de como escolher uma ótima opção do que necessariamente falar sobre o evento.

Para curtir muito bem o “Restaurant Week”, a idéia é que a escolha do(s) restaurante(s) atendam certos conceitos do gosto do cliente. Isso implica em uma união de cardápio, localidade e ambiente.

Primeiro escolha os restaurantes de ponta, aquele que normalmente você iria uma ou outra vez na vida pelo seu alto custo em dias normais. Outro ponto a se considerar é a localidade, ambiente e estilo do restaurante. Opte por aqueles diferentes, que proporcionem algo mais do que a normalidade dos restaurantes.

Obviamente o mais fundamental é o cardápio! Através do site (http://www.restaurantweek.com.br/default.asp?id=17#[ajax]restlist.asp?Pag=1&Tipo=5) você poderá conferir as diferentes opções dos cardápios de cada restaurante. Escolha um cardápio que tenha ao menos uma das opções de entrada, prato principal e sobremesa que atenda seus gostos. Outra dica na escolha do cardápio é para se fugir do convencional. Ouse na escolha de pratos mais exóticos e diferentes.

Último e não menos importante, faça uma reserva antecipadamente. Durante a “Restaurant Week” a procura é sempre muito intensa e você pode perder viagem ou ter que aguardar muito um local.

Para quem quiser uma dica, eu indico este (http://urbanoalternativo.wordpress.com/2010/09/02/bistrocrepedeparis/) simplesmente sensacional.

Enjoy it!

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Cotidiano, Cultural, Gastronomia, Urbano

Heroina e Rock’n’Roll

Provavelmente já devia fazer mais de uma década que eu não lia um livro, sempre me atendo somente a matérias de revistas ou jornais e nada mais. Só o fato de ver aquelas mais de 50 páginas já me dava preguiça… por isso mesmo nem via!

Fato é que há mais de um ano atrás descobri que Nikki Sixx, baixista do Mötley Crüe, banda de Hard Rock da qual gosto muito, lançou um livro e um CD entitulados “The Heroin Diaries”. No ano passado o livro foi lançado no Brasil com o título “Heroina e Rock’n’Roll”.

O que a principio apenas a vontade de ler sobre essa trajetória autobiográfica de um ídolo, acabou se tornando algo muito mais profundo. Depois de ter achado um velho diário e manuscritos em papeis e jornais, até então esquecidos, Nikki Sixx decidiu contar sobre o fundo do poço em que chegou sua vida durante o ano de 1987, durante as gravações e turnê do álbum “Girls, Girls, Girls” trazendo a tona toda sua insanidade e desventuras em virtude do vício.

Apesar de ser uma verdadeira história dramática e insana, o livro trás passagens cômicas dignas de risos, e contempla além do diário, a visão atual do próprio Nikki e de personagem que fizeram parte daquele ano alucinógeno de Nikki, que na maioria das vezes traduz de uma forma completamente oposta ao que Nikki escreve no diário.

Como o co-autor jornalista Ian Gittins descreve na introdução: …“Não conheço outras estrelas do rock que tenham sido tão honestas e corajosas como ele, neste depoimento. The Heroin Diaries (Heroina e Rock’n’Roll) não é fácil de ler, mas é um livro que você jamais esquecerá”*

Com toda certeza, eu garanto!

Nunca achei certo escrever ou citar transcrições de livros (prefiro escrever eu mesmo com minhas palavras, mas neste caso preciso abrir uma exceção:

Trecho inicial do Livro:

“25 de Dezembro de 1986

Feliz Natal

Bem, é o que as pessoas dizem no Natal, certo? Normalmente elas tem alguém a dizer. Tem amigos e familiares a sua volta. Não foram encontradas nuas, com uma agulha no braço, como um louco, sob uma árvore de natal, numa mansão em Van Nuys.

Não estavam fora de si, escrevendo num diário, e também não estavam passando essa importante data religiosa congelando o próprio sangue numa colherinha…”**

Se nos anos 80 “Cristiane F.” foi um marco sobre a verdade por trás de uma história sobre drogas, com certeza “Heroina e Rock’n’Roll” deveria ser um este novo marco da atualidade… Pena que ninguém divulga isso!

*/** – Trechos retirados da publicação “Heroina e Rock’n’Roll” – Editora Larousse

7 Comentários

Arquivado em Cotidiano, Cultural, Livro, Música, Urbano

Dicas de Compras Natalinas

O Natal chega e com ele a correria para as compras de final de ano… escolher presente para tanta gente não é fácil! Lojas e Shoppings lotados… pessoas se espremendo nos corredores, e surge a dúvida: o que levar? Além da cautela da escolha certa, tem ainda o fator preço para ser administrado a fim de não estourar o orçamento (muitas vezes já estourado)! E é nesse ponto em que chegamos a conclusão que sempre caímos nas mesmas opções… Como mudar isso?

Minha primeira dica fica para a Loja chamada TRENZINHO, localizada na Rua Turiassú, 98, no Bairro de Perdizes, com visual que lembra uma casinha de brinquedo toda aconchegante.

Repleta de brinquedos educativos e diferentes a loja possui dezenas de opções que normalmente não se vêem em lojas convencionais e que pode dar grandes idéias para as compras natalinas. Livros diferentes e interativos, atividades educativas, casas de bonecas. A maioria dos produtos são trabalhos artesanais e praticamente inteiros voltados somente ao público infantil.

Um dos destaques é para os kits de miniaturas de artefatos de construção próprios para as montagens de replicas de capelas, castelos, moinhos, faróis de uma era medieval. Absolutamente fantástico e diferente.

A loja ainda possui o endereço na Rua Fradique Coutinho, 184, em Pinheiros.

***

Bem pertinho dali a segunda dica fica para a Loja CUCA TOYS (Rua Monte Alegre, 711, Perdizes) que segue basicamente a mesma linha de brinquedos educativos, mesclado com brinquedos artesanais – como carrinhos e instrumentos musicais.

Além disso, a loja ainda possui uma diversidade de produtos que podem atingir outros públicos, com quebra-cabeças em formas de esfera, bloquinhos de papeis em forma de bolachas e bolos, e muitos outros itens interessantes. Outro destaque é um bloco de terra prensada onde as crianças podem simular uma escavação arqueológica, procurando por ossos de dinossauros, montando depois seu próprio dinossauro.

Fica aqui essas dicas alternativas para as compras natalinas!!

Merry Xmas!

1 comentário

Arquivado em Cotidiano, Cultural, Urbano

Fome de Viver (The Hunger)

banner

Semana de Halloween, o famoso Dia das Bruxas, tradição festiva cultural norte americana que cada vez mais ganha adeptos em todo mundo, inclusive aqui em terras Tupiniquins.

Festas temáticas e fantasiosas ganham espaço em vários locais; fantasias e objetos arrepiantes preenchem prateleiras em lojas e os canais televisivos recheiam suas grades com filmes horripilantes!

Seguindo essa linha tenebrosa, aqui vai uma dica bem diferente dos sucessos de bilheteria; trata-se de um grande filme do gênero Cult que mistura em sua alternatividade um cenário gótico dos anos 80, sensualidade e uma macabra estória vampiresca…

the-hunger-1983FOME DE VIVER (The Hunger – 1983) trás em seu elenco Catherine Deneuve, Susan Sarandon e David Bowie em um roteiro que cheio de suspense e tensão num ambiente extremamente gótico explorando a fascinante lenda dos vampiros, porém sem citar em nenhum momento qualquer palavra relacionada a “Vampiros” ou mesmo mostrando ícones como os tão conhecidos dentes caninos sobressalentes!

Totalmente diferente dos filmes comuns ao gênero vampiresco, o final que pode aparentemente parecer incompreensivo na realidade transcende a verdadeira tradição dessa lenda macabra.

Destaque para a cena de abertura com a participação de Peter Murphy cantando “Bela Lugosi Is Dead” (Bauhaus)

Para quem é fascinado por Vampiros, vale a pena percorrer as locadoras para localizar essa preciosidade Cult do gênero.

4 Comentários

Arquivado em Movies

Museu para Menininhas e Meninonas

museudabarbie002

Faz 50 anos que ela não sai da vitrine, sempre em evidência, linda e acompanhando as tendências do mundo fashion. Não é por menos que Barbie se tornou um objeto de desejo de tantas mulheres mundo afora, sejam elas crianças, adolescentes ou adultas.

Muito mais que apenas um brinquedo de criança, a Barbie tornou-se também objeto de desejo de colecionadores afora fazendo inclusive a cabeça de homens como o psicólogo Carlos Keffer, que cedeu 547 das 550 Barbies da sua coleção particular para uma exposição única no Museu Encantado da Barbie, que se realiza no Shopping Cidade Jardim desde o dia 09 de Março e vai até 31 de Julho.

Essa exposição é uma grande pedida para um passeio de férias para as menininhas e meninonas de todas as idades.

O museu é formado por vários ambientes cada um com um tema diferente, que mostra desde a primeira Barbie de 1959 passando por todas as tendências e modas até o dia de hoje.

IMAG0002Outra grande peculiaridade do Museu é a infinidade de curiosidades sobre a boneca, passando por toda a árvore genealógica: pais, primos(as), irmãs, namorado e amigos dela que já foram feitos e comercializados por todo o mundo; as edições especiais de astros e estrelas com Audrey Hepburn, Elvis, Cher e personagens históricos do cinema; a Barbie grande que foi comercializada nos Estados Unidos durante a década de 70 como rainha da Disco; e outras diversas curiosidades expostas no Museu.

Ao final do passeio, ainda há um espaço exclusivo para as meninas se divertirem e brincarem a valer com uma diversidade de bonecas.

IMAG0030Todos os ambientes definitivamente vão remeter as crianças a um verdadeiro Mundo Encantado.

Vale lembrar que a entrada é gratuita!!

Local – Shopping Cidade Jardim

Av. Magalhães de Castro, 12000 – de terça a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos, das 12h às 18h.

Maiores informaçõeshttp://www.museuencantado.com.br/

4 Comentários

Arquivado em Cultural

Enfim Sexta, 10 de Julho…

logo sextaApesar de estarmos no meu do feriadão para alguns, hoje no dia do meu aniversário vou dar 3 dicas especiais de filmes para o fim de semana, particularmente bem pessoais…. espero que gostem! Enjoy it…

1 – Detroit Rock City (cat. comedia / musica) 1999

DRTSDurante o ano de 1978 quatro garotos farão o possível, o impossível e o totalmente inusitado para conseguir de qualquer forma assitir ao mega show de rock da banda KISS em plena cidade de Detroit, a cidade do rock.

Para quem torceu o nariz a primeira vista, não se deixe influenciar, pois o filme é uma típica comédia com a boa e velha receita Hollywoodiana dos anos 80, colocando os personagens e situações totalmente absurda e com escapatórias mais mirabolantes ainda. A diversão é totalmente garantida com muitas risadas e um grande trilha de hits clássicos do rock como Van Halen, ACDC, entre muitos outros, e até musicas do momento DISCO da época.

Extremamente recomendado!

2 – Do Inferno [From Hell] (cat. policial / suspense) 2001

from hellSempre que eu ouvia falar, assistia à algum filme ou lia algo sobre Jack ‘O Estripador’, eu sempre me perguntava qual real era aquela história e até que ponto ele poderia ou não ser concreta, já que a lenda de Jack na realidade não é uma lenda e sim uma história real.

Bem, todas as histórias e teorias se dizimaram perante a história e roteiro deste filme, estrelado por Johnny Depp e que sem dúvida alguma mostra praticamente a verdade por trás desse famoso Assassino lendário.

O filme mostra exatamente a maquiavélica trama e mistério que se fez durantes os assassinatos e envolvimento da ordem maçonica por trás de toda a verdade que jamais foi revelada.

Segundo próprias fontes maçonicas, a peculiaridade desse famoso caso demanda quase integralmente extamente o que aconteceu na época.

Para variar, a atuação de Johnny Depp sensacional como sempre.

Extremamente recomendado!

3 – PS. Eu te amo [PS. I love you] (cat. romance / comedia) 2007

PSILY400Pelo título, obviamente você deve estar achando que esse é mais um daqueles filme cheio de melações e blá, blá, blá…

Engana-se! Sim é lógico que ele tem seus momentos melações e mi-mi-mis, mas tudo em função dos dramas de uma amor perdido inrecuperável, que causa várias e situações engraçadas e embaraçosas que uma mulher pode viver!

Para ver a dois, juntinhos e com pipocas e refrigerante… e fará você refletir sobre as coisa que você pode esperar da vida ou mesmo da morte.

Altamente recomendado!

4 Comentários

Arquivado em Movies

Control – A história de Ian Curtis

control_box_5678Provavelmente por não fazer parte dos meus gostos musicais, pouco eu havia ouvido falar mais a fundo sobre a banda Joy Division, exceto as músicas que sempre rolavam nas rádios rock espalhadas por ai.

O gênero gótico / pós punk britânico proveniente do final dos anos 70 me fazia acreditar em uma banda com um visual totalmente funesto, maquiagens carregadas e ainda contando com um obscuro vocalista com uma voz muito grave e melancólica.

ianxc1Porém recentemente fui devidamente apresentado a essa extinta banda, através de um filme biográfico – Control – sobre o vocalista Ian Curtis, que foi baseado no livro de sua esposa Deborah Curtis – Touching from a distance.

 O filme “Control” – totalmente rodado em preto e branco – mostrou para mim um lado muito diferente sobre a banda, totalmente diferente daquilo imaginado; o drama de Ian Curtis lutando contra seu problema de epilepsia, um casamento prematuro e sua dupla vida amorosa, que culmina em um trágico fim, que não é segredo algum para quem conhece a história da banda.

Um dos detalhes que mais me surpreendeu neste filme, foi a riqueza de detalhes usados em sua produção. Em breve pesquisa que pude fazer; a singularidade de semelhanças entre os personagens e o grau de detalhes usados nas reproduções da banda Joy Division chegam a impressionar e criar dúvidas se o que vimos eram imagens reais da época ou apenas filmagens.

Apesar de ser uma produção muito recente (2007), é quase impossível encontrá-lo em vídeo locadoras, principalmente por ser um filme de gênero Cult britânico. Caso você não encontre, o jeito é pesquisar nos grandes sites de vendas de departamento, ou mesmo procurar nas próprias lojas especializadas.

Com certeza esse filme tende a agradar e muito todo púbico que se interessa por uma cena cultural e musical alternativa, gótica e principalmente para quem vivenciou um pouco disso no final dos anos 70 e início dos anos 80.

3 Comentários

Arquivado em Movies