Arquivo da tag: Gothic

Fome de Viver (The Hunger)

banner

Semana de Halloween, o famoso Dia das Bruxas, tradição festiva cultural norte americana que cada vez mais ganha adeptos em todo mundo, inclusive aqui em terras Tupiniquins.

Festas temáticas e fantasiosas ganham espaço em vários locais; fantasias e objetos arrepiantes preenchem prateleiras em lojas e os canais televisivos recheiam suas grades com filmes horripilantes!

Seguindo essa linha tenebrosa, aqui vai uma dica bem diferente dos sucessos de bilheteria; trata-se de um grande filme do gênero Cult que mistura em sua alternatividade um cenário gótico dos anos 80, sensualidade e uma macabra estória vampiresca…

the-hunger-1983FOME DE VIVER (The Hunger – 1983) trás em seu elenco Catherine Deneuve, Susan Sarandon e David Bowie em um roteiro que cheio de suspense e tensão num ambiente extremamente gótico explorando a fascinante lenda dos vampiros, porém sem citar em nenhum momento qualquer palavra relacionada a “Vampiros” ou mesmo mostrando ícones como os tão conhecidos dentes caninos sobressalentes!

Totalmente diferente dos filmes comuns ao gênero vampiresco, o final que pode aparentemente parecer incompreensivo na realidade transcende a verdadeira tradição dessa lenda macabra.

Destaque para a cena de abertura com a participação de Peter Murphy cantando “Bela Lugosi Is Dead” (Bauhaus)

Para quem é fascinado por Vampiros, vale a pena percorrer as locadoras para localizar essa preciosidade Cult do gênero.

4 Comentários

Arquivado em Movies

Control – A história de Ian Curtis

control_box_5678Provavelmente por não fazer parte dos meus gostos musicais, pouco eu havia ouvido falar mais a fundo sobre a banda Joy Division, exceto as músicas que sempre rolavam nas rádios rock espalhadas por ai.

O gênero gótico / pós punk britânico proveniente do final dos anos 70 me fazia acreditar em uma banda com um visual totalmente funesto, maquiagens carregadas e ainda contando com um obscuro vocalista com uma voz muito grave e melancólica.

ianxc1Porém recentemente fui devidamente apresentado a essa extinta banda, através de um filme biográfico – Control – sobre o vocalista Ian Curtis, que foi baseado no livro de sua esposa Deborah Curtis – Touching from a distance.

 O filme “Control” – totalmente rodado em preto e branco – mostrou para mim um lado muito diferente sobre a banda, totalmente diferente daquilo imaginado; o drama de Ian Curtis lutando contra seu problema de epilepsia, um casamento prematuro e sua dupla vida amorosa, que culmina em um trágico fim, que não é segredo algum para quem conhece a história da banda.

Um dos detalhes que mais me surpreendeu neste filme, foi a riqueza de detalhes usados em sua produção. Em breve pesquisa que pude fazer; a singularidade de semelhanças entre os personagens e o grau de detalhes usados nas reproduções da banda Joy Division chegam a impressionar e criar dúvidas se o que vimos eram imagens reais da época ou apenas filmagens.

Apesar de ser uma produção muito recente (2007), é quase impossível encontrá-lo em vídeo locadoras, principalmente por ser um filme de gênero Cult britânico. Caso você não encontre, o jeito é pesquisar nos grandes sites de vendas de departamento, ou mesmo procurar nas próprias lojas especializadas.

Com certeza esse filme tende a agradar e muito todo púbico que se interessa por uma cena cultural e musical alternativa, gótica e principalmente para quem vivenciou um pouco disso no final dos anos 70 e início dos anos 80.

3 Comentários

Arquivado em Movies