Arquivo da tag: paixão

Doces olhares

O doce olhar de uma criança que já vislumbra as descobertas da adolescência, sem medo de ser feliz, tentando disfarçadamente não deixar ser percebida, não talvez pelo seu alvo de encanto, mas pelos adultos que espreitam os movimentos dos seus olhos ávidos pela descoberta.

É assim descrevo o prólogo da descoberta sobre a faceta pré-adolescente da pequena Gigi, que agora divide seus encantamentos infantis com o fascínio do sentimento desconhecido que tão logo imagine tomará as formas mais diversas em seu coração.

Uma breve parada numa lanchonete, seus olhos desatenciosos apenas pairavam enquanto mordiscava o lanche. Por um momento achei que aquele lanche não a estava agradando e indagando sobre isso, fui prontamente repreendido pela Dani, que só então me fazendo notar o quão tolo estava sendo.

Nada tinha haver com o lanche ou seu gosto. Nada disso. Na realidade não havia desatenção em seu olhar, muito pelo contrário, atenção àqueles olhinhos vidrados é que não faltavam, pois bem ali próximo um grupo de garotos também estavam almoçando. Provavelmente nenhum deles deve ter notado aqueles olhinhos da pequena Gigi, mas eu notei. Divertimos-nos observando aquela dança divertida de olhar, que ora percorriam o salão panoramicamente sem não antes ficar estancado por segundos nos garotos. E a brincadeira continuou sem nem notar que aos poucos seu lanche se findava. Ela notava nossos sorrisos e marotamente disfarçava questionando se havia algo errado. E em segundos seus olhos voltavam a dançar pelo salão.

E assim foi até que os garotos fossem embora, mas para minha surpresa até uma olhada para trás a pequena Gigi deu. Ao invés de ser avassalado por ciúmes fiquei encantado de presenciar tal encantamento e sorri profundamente para a Dani.

Mas bastaram pouquíssimos minutos para minha pequena voltar à infância novamente, implorando para poder ir brincar com a irmã nos brinquedos ali dispostos na lanchonete…

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Cotidiano, Urbano